Projecto ECOSAVE - Eficiência energética nos electrodomésticos da compra à utilização


Os electrodomésticos representam 33% do consumo de energia numa habitação. Até que ponto a eficiência garantida pela tecnologia é diminuída pelos hábitos incorrectos dos utilizadores? Foi este o ponto de partida para o Projecto ECOSAVE, que pretendeu analisar o impacte real da utilização dos electrodomésticos no consumo de energia. Os resultados obtidos através de testes em laboratório, que serviram de base a um simulador online e um guia de aconselhamento a lojistas e consumidores, serão conhecidos numa sessão a realizar no dia 13 de Março, na Casa da Baía em Setúbal, das 14h30 às 17h30.

 

Com base em ensaios experimentais desenvolvidos pela Escola Superior de Tecnologia de Setúbal (ESTS), foi possível simular o aumento do consumo de energia causado por más práticas em seis electrodomésticos (frigorífico combinado, arca congeladora, forno, máquinas de lavar roupa, de secar roupa e de lavar loiça). Com base nos resultados obtidos, construiu-se um simulador online, disponível em www.ecosave.org.pt , que permite calcular a influência da utilização dos equipamentos no seu consumo de energia. Foi também elaborado um guia informativo, a ser distribuído gratuitamente em lojas de electrodomésticos, juntas de freguesia e bibliotecas, nos concelhos abrangidos pelo projecto (Alcochete, Barreiro, Cascais, Lisboa, Moita, Montijo, Oeiras, Palmela, Seixal, Sesimbra, Setúbal e Sintra).

Este projecto é coordenado pela ENA, Agência de Energia e Ambiente da Arrábida, tendo resultado de uma candidatura ao PPEC, Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica, promovido pela ERSE. Como parceiros de projecto o ECOSAVE conta com a colaboração das Agências de Energia AMES, AMEC, OEINERGE, S.ENERGIA e AMESEIXAL, da Quercus e da ESTS.

Share

 

Quercus TV

 

 

                            

 

Mais vídeos aqui.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb